Voltagens do Trafo de Força Original do Giannini Duovox 100b

Discussão em 'Manutenção e Assistência Técnica' iniciado por Zac Belver, 3/11/16.

  1. Zac Belver

    Zac Belver Forista Novato

    Registro:
    2/11/16
    Mensagens:
    12
    Likes Recebidos:
    7
    Pontos:
    3
    Olá pessoal! Sou novo por aqui e criei este tópico depois de fracassar nas buscas.

    Faz alguns dias que estou tentando achar a referência do trafo de força original do Duovox 100b e não consego. O esquemático que circula na rede apresenta a referência borrada e pude ver em um vídeo no youtube que o borrão também está no esquemário impresso da Giannini.
    O fato é que estou com um 100b cuja fonte estou restaurando conforme o esquema original e cujo trafo não tem referência escrita e cujo o secundário tem 275-0-275.
    No catálogo da Willkason existe um trafo com essa especificação mas o que li em um tópico aqui no fórum me deixou com dúvidas quanto ás voltagens corretas.
    Agradeço desde já a colaboração dos colegas!
     
    Michel3100 e Valvulados.com curtiram isso.
  2. Matec

    Matec Veterano

    Registro:
    10/7/15
    Mensagens:
    239
    Likes Recebidos:
    73
    Pontos:
    28
    Cidade:
    São Paulo
    Olá

    Existe mesmo muita confusão nas especificações dos transformadores utilizados pela Giannini. Isso à princípio é culpa da Própria Giannini que nunca colocou em seus esquemáticos as especificações dos transformadores de força e de saída.
    Existem também dúvidas sobre alguns modelos, pois os circuitos mudaram, mas os esquemas não foram publicados, de modo que para alguns amplificadores não existem esquemas "oficiais"

    Pelo que pesquisei, o Duovox 100b tem o transformador de força modelo 5067 que tem 180-CT-180V no HT; 3,15-CT-3,15 nos filamentos, e 0-60v no bias .O transformador de saída seria o AG4012 ou Ag 4090 com 2200 ohms PP no primário e 6 e 8 ohms no secundário. Porém podem haver variações. Também existem pessoas que trocam componentes sem saber exatamente as especificações necessárias.

    A retificação do Duovox 100B é em ponte, o CT serve apenas para equilibrar nas tensões na junção dos capacitores da fonte, alguns chamam esse arranjo de "dobrador", apesar de não haver nenhuma dobra de tensão nesse circuito. A tensão da fonte, sem válvulas, pode chegar à mais de 510v; com as válvulas pode ficar pelos 480v, mas podem existir muitas variações nesses valores.

    Os valores de 275-ct-275 são fornecidos pelos transformadores 5068 que são utilizados nos Duovox 120 e 150 cuja fonte pode marcar mais de 800v, sem as válvulas.

    Abs
     
    Michel3100 e jfonseca curtiram isso.
  3. Zac Belver

    Zac Belver Forista Novato

    Registro:
    2/11/16
    Mensagens:
    12
    Likes Recebidos:
    7
    Pontos:
    3
    Muito obrigado pela atenção, Matec!

    O trafo de saída no caso é o AG4012 que está aparentemente original e em ótimo estado. O trafo de força que veio com ele bate com as especificações do 5083 com 275-ct-275 e filamentos de 6V e 5V ambos sem CT além de não ter o secundário do bias.
    Apesar de ter pego esse amplificador funcionando me pareceu uma boa ideia refazer a fonte conforme original pois de acordo com o esquema pude notar que foram feitas "adaptações" para faze-lo funcionar com esse trafo. Pelo visto terei que providenciar outro ou mandar refazer esse se quiser que fique original.

    Pelos esquemas pude notar que as fontes do 100b e dos 120 e 150 são ligeiramente diferentes. Você arriscaria um palpite do que poderia acontecer se eu mantivesse 275-ct-275 com a fonte original do 100b?

    Abs
     
  4. Matec

    Matec Veterano

    Registro:
    10/7/15
    Mensagens:
    239
    Likes Recebidos:
    73
    Pontos:
    28
    Cidade:
    São Paulo
    Bem.

    Está visto que esse transformador que veio no seu amplificador é um transformador para um amplificador para 15w ou no máximo 30w. Se as especificações forem as mesmas do 5083 ele não suporta nem corrente do filamento das 4 6l6, muito menos o power funcionando. Quando não tem alimentação para o bias, é porque o estágio de saída utiliza um grande resistor de cátodo, para polarizar as válvulas, que alguns chamam de "bias automático". O secundário de 5V é para uma retificadora, pelo visto , uma 5Y3.
    Essa é uma ADAPTAÇÃO PARA VENDA, por isso cuidado com esse treco.

    Sem dívida, você terá que mandar fazer outro transformador
    Peça assim:

    Primários : 0-120v, 0-120v

    OU, em alguns locais é melhor : 0-127v-220v

    Secundários:

    HT : 0-360v por 300 mA ( não precisa do CT)

    Filamentos: 3,15v-ct-3,15v por 6A (para 4x 6l6) ou 8A (se for utilizar 4x el34)

    BIAS: 0-60v por 50mA.

    (mais tarde vc pode aproveitar o transformador antigo para fazer um 15w totalmente valvulado, eu já fiz isso, hehe)

    Abs
     
  5. Ronconi

    Ronconi Usuário PRO / Fabricante

    Registro:
    9/2/15
    Mensagens:
    93
    Likes Recebidos:
    44
    Pontos:
    18
    Cidade:
    Nova Veneza - SC
    Para acrescentar:

    O bias do estágio de saída não precisa necessariamente ser pelo cátodo como sugeriste Matec. O fato de não ter enrolamento dedicado para bias pode implicar que o mesmo está sendo derivado do próprio HT, tal qual a própria Giannini fez em vários modelos.


    Abraço
     
  6. Zac Belver

    Zac Belver Forista Novato

    Registro:
    2/11/16
    Mensagens:
    12
    Likes Recebidos:
    7
    Pontos:
    3
    Quanto às amperagens eu não posso garantir que seja o próprio 5083, mas que tem as mesmas voltagens isso sim. O trafo é grande, é mais ou menos do tamanho do 4012 da saída, tanto que coloco o chassi de cabeça pra baixo apoiado em ambos os tafos e fica nivelado. Com certeza foi uma adaptação e a voltagem do bias estava derivada do HT, como disse o Ronconi, a chave do standby estava ligada diferente e a ponte de diodos "reconfigurada" enfim, estava esquisita a coisa...
    Bom, vou ver a questão do trafo...
    Obrigado pessoal!!!
     
  7. Matec

    Matec Veterano

    Registro:
    10/7/15
    Mensagens:
    239
    Likes Recebidos:
    73
    Pontos:
    28
    Cidade:
    São Paulo
    @Ronconi

    A derivação feita à partir do próprio enrolamento do HT só vai funcionar se o secundário for do tipo com CT aterrado, e retificação por onda completa. No caso de retificação em ponte esse recurso não funciona. Isso também é visto nos vários modelos de fonte dos Giannini.

    Abs
     
    Ronconi curtiu isso.
  8. Matec

    Matec Veterano

    Registro:
    10/7/15
    Mensagens:
    239
    Likes Recebidos:
    73
    Pontos:
    28
    Cidade:
    São Paulo
    @Zac Belver

    Nesses amplificadores, os transformadores de força costumam ser maiores do que saída. O OT AG 4012 deve ter 96 mm de altura, já o 5067 deve ter pelo menos 114 mm. O empilhamento também é maior.

    Abs
     
  9. Ronconi

    Ronconi Usuário PRO / Fabricante

    Registro:
    9/2/15
    Mensagens:
    93
    Likes Recebidos:
    44
    Pontos:
    18
    Cidade:
    Nova Veneza - SC
    Discordo @Matec,

    Segue circuito para derivar voltagem de bias ajustável a partir de retificação em ponte:
    https://robrobinette.com/5F6A_Modifications.htm#High_Voltage_Tap_Adjustable_Bias_for_Bridge


    Abraço,
     
  10. Zac Belver

    Zac Belver Forista Novato

    Registro:
    2/11/16
    Mensagens:
    12
    Likes Recebidos:
    7
    Pontos:
    3
    Já retirei-o do lugar e segunda feira darei jeito no outro. Sempre observei esses trafos de força maiores nos Marshall e etc mas estive vendo os anuncios de 100b no mercado livre e parece que o tamanho dos trafos dos anunciados também são mais ou menos o do trafo de saída mas em todo o caso esse aqui já era.
     

Compartilhe esta Página