GIANNINI TREMENDÃO II

denis

Forista Registrado(a)
Registro
7/12/07
Mensagens
3
Aprovações
0
Pontos
0
#1
Saudações Equipe IzzyChili !!!


Meu nome é Denis, sou de Americana/SP (proximo a Campinas), a algum tempo venho frequentando o site e percebi que o trabalho de vocês é bastante profissional e com grande conhecimento de válvulados!!!

Recentemente adquiri um Giannini T2 em bom estado e quero reforma-lo e fazer algumas modificações simples, como troca dos capacitores e outros componentes, potenciometros, algumas chaves, válvulas, e colocar um cabo com aterramento.
Como não sou técnico gostaria de saber se vocês podem me assessorar neste trabalho via web, respondendo as minhas dúvidas e me enviando algumas dicas. Caso isto seja possível gostaria de combinar um valor com vocês ,referente a essa assessoria e acompanhamento, que seria depositado conforme combinarmos.

Na verdade a questão toda é a seguinte: eu mesmo quero ter o prazer de fazer este trabalho, mas com acompanhamento de quem conhece bem o assunto, e aqui na minha região é um pouco fraco para profissionais de amps valvulados.

Bom pessoal é isso aí, espero que vocês me respondam e possam me ajudar....

Obrigado e muito sucesso a todos!!!


 

jfonseca

Veterano
Registro
1/2/07
Mensagens
1,270
Aprovações
81
Pontos
48
Cidade
Brasília
Website
Valvulados.com
#2
Olá Denis, seja bemvindo à comunidade Izzy Chili.

Não haveria qualquer problema em te orientar na reforma de seu Giannini. Claro que todo valvulado funciona com tensões perigosas e voce deve tomar vários cuidados ao trabalhar no amp. Não podemos nos responsabilizar por danos causados ao seu amp ou dos perigos de operar com altas tensões, ok?

Pode ir acrescentando suas dúvidas neste tópico do fórum que iremos respondendo conforme andar com o projeto. Assim outros visitantes terão essa informacão também caso procurem.

Um grande abraco.
 

denis

Forista Registrado(a)
Registro
7/12/07
Mensagens
3
Aprovações
0
Pontos
0
#3
jfonseca disse:
Olá Denis, seja bemvindo à comunidade Izzy Chili.

Não haveria qualquer problema em te orientar na reforma de seu Giannini. Claro que todo valvulado funciona com tensões perigosas e voce deve tomar vários cuidados ao trabalhar no amp. Não podemos nos responsabilizar por danos causados ao seu amp ou dos perigos de operar com altas tensões, ok?

Pode ir acrescentando suas dúvidas neste tópico do fórum que iremos respondendo conforme andar com o projeto. Assim outros visitantes terão essa informacão também caso procurem.

Um grande abraco.
Muito obrigado pela ajuda e resposta Jfonseca...espero que todos os fãs de valvulados possam utilizar das suas orientações

Então beleza estarei enviando as fotos do andamento do processo e perguntando minhas dúvidas.

Lá vai minhas primeiras dúvidas iniciais?

1. Qual cuidado tenho que tomar ao retirar o amplificador com o chassi do gabinete, em relação a choques elétricos?
2. Qual componente em específico devo tomar cuidado ao retirar e manusear, em caso de troca?

é isso ai por enquanto

Muito obrigado e sucesso a todos!!!
 

jfonseca

Veterano
Registro
1/2/07
Mensagens
1,270
Aprovações
81
Pontos
48
Cidade
Brasília
Website
Valvulados.com
#4
Denis, mantenha sempre uma postura de trabalho diante de um valvulado aberto. Se tiver amigos por perto, mantenha o amp desligado e mostre seu trabalho com o fio fora da tomada. Se quiserem ouvir o amp, ligue-o deixe que seus amigos o toquem, porém fique no caminho do gabinete. Ou então vire-o para cobrir a parte aberta do chassi.

Lembre-se que o gabinete aberto perde a blindagem eletrostática, haverá mais ruído no amp com ele fora da blindagem, principalmente perto de lâmpadas fluorescentes, transformadores, monitores de computador e por aí vai. Perto de telefones celulares nem se fala, é uma zoada imensa quando alguém chama e o celular recebe o sinal de toque da torre radio-base. Bem, vamos lá.

1. Qual cuidado tenho que tomar ao retirar o amplificador com o chassi do gabinete, em relação a choques elétricos?
Nem precisamos mencionar, antes de chegar perto do primeiro parafuso retire o amp da tomada. Nem comece a trabalhar com ele na tomada. Entraremos nesse assunto em seguida.

Do lado de fora, com ele fora da tomada e a não ser que haja algo muito errado com seu amp, não há riscos de choques. Ao retirar o amp do gabinete tome apenas cuidado para não inserir os dedos no chassi para alavancar a retirada. Eles podem tocar num capacitor. Parece besteira mas acredite que isso acontece mais do que imagina.

Se estiver difícil use uma chave de fenda como alavanca, enrole a chave com um pano para não arranhar o gabinete e chassi se tiver que fazer um pouco de forca. Não force, se estiver difícil retirar o chassi é provavelmente alguma coisa agarrando.

Verifique dentro do gabinete se não há uma fina camada de papel alumínio ao fundo de frente para a abertura do chassi. Ela costuma agarrar e se o chassi estiver agarrado você pode estar rasgando a mesma.

Durante a remocão do chassi se você inclinar muito um dos lados ele vai agarrar no tolex do outro lado. Não force nada, tente tirar o chassi retinho que ele sai numa boa.

2. Qual componente em específico devo tomar cuidado ao retirar e manusear, em caso de troca?
O único componente que armazena carga no amp é o capacitor. Então cuidado com os mesmos. Os capacitores de armazenamento são os maiores, eles costumam guardar alta tensão vários minutos após desligar o amp. A potencia armazenada num capacitor é proporcional ao quadrado da voltagem. Então um cap de apenas alguns microfarads que armazena mais de 400 volts terá imensa energia armazenada nele. O choque resultante é inesquecível e pode causar queimaduras. Em pessoas com problemas cardíacos é sempre perigoso falar em qualquer tipo de choque, portanto muito cuidado ao trabalhar com esses caps.

A regra mais importante, e é óbvia porém ignorada por muitos : NUNCA se trabalha com o amp ligado na tomada. Mesmo que já esteja confiante, não ignore essa regra. Os experts trabalham com ele fora da tomada. Essa regra é tolerância zero, simplesmente retire da tomada. Acostume-se a olhar na parte traseira do amp e sempre ver o fio pendurado e desligado. O problema não é a primeira vez que você desliga, o problema é quando você trabalha no amp 2 ou 3 horas seguidas você comeca a ficar desleixado e pode esquecer o fio ligado numa dessas tentativas. Simplesmente acostume-se a colocar a tomada num lugar onde a veja desligada, e torne sua rotina olhar onde ela está antes de testar.

O motivo dessa regra é simples : um choque de capacitor na mão com o amp desligado será um enorme susto porém na maioria dos casos não é fatal. Porém se ele estiver ligado as consequências podem ser desastrosas, não brinque com valvulados.

Em seguida você deverá fabricar um "dreno" de capacitores. É uma ferramenta simples de fazer. Construa uma com cuidado que ela durará uma vida inteira.

Pegue um resistor de 3k Ohms 5 a 10W de fio(aqueles verdinhos) e solde em seus eletrodos 2 fios de aproximadamente 25 a 30 cm. Fica legal se você isolar essa solda com tubo termo-retrátil, dá um look profissional. Pele as extremidades dos fios e solde nelas garras jacaré. Quando desligar o amp da parede a primeira coisa é prender uma dessas garras no chassi e a outra no polo positivo do primeiro capacitor após o retificador. É fácil encontrar esse cap - veja os fios do trafo de alimentacão e siga até o retificador. O retificador pode ser uma ponte de diodos ou uma válvula. Siga a saída desse setor até o primeiro capacitor. Lembre desse capacitor pois toda vez que você seguir o ritual de desligar o fio de alimentacão da parede você em seguida irá ligar o seu dreno no polo positivo dele. Às vezes sai uma minúscula faísca ao ligar o dreno, mas na maioría das vezes você nem vê toda a energia do cap indo embora na forma de energía térmica no resistor. Demora uns 30 a 40 segundos, tenha paciência, vai precisar esperar esse tempo toda vez.

Então a rotina qeu você repetirá TODA VEZ que for testar o amp será :

1) Desligar da parede e colocar a tomada em lugar visível para você tê-la SEMPRE a vista. Eu tenho um cancho de pendurar toalha no banheiro na parte superior de minha bancada e penduro alí a tomada toda vez. Se não a vejo, eu nem comeco a trabalhar. É questão de hábito.

2) Ligar o dreno ao chassi e ao polo positivo do primeiro cap. Deixe-o ligado durante o seu trabalho, não precisa retirar até a hora de religar o amp. Esse cap irá descarregar e o circuito em seguida será drenado um estágio atrás do outro até ficar todo em baixíssima tensão. Com o dreno ligado a tensão será quase zero durante todo seu trabalho, assim evita qualquer problema se tocar o ferro de solda em algum terra. As faíscas de 20 ou 30 volts atrapalham, é bom simplesmente manter o dreno ligado.

AO RELIGAR o amp para teste lembre-se de DESLIGAR O DRENO ou você irá ver um resistor virar lâmpada! Novamente o problema não é lembrar so a primeira vez, é fazer disso tudo um ritual, tira da tomada, instala o dreno, trabalha, tira o dreno, religa. E assim toda vez. Torne isso um hábito, demora um minuto apenas todo esse processo incluindo o tempo de descarga dos caps.

Deixei a outra regra mais importante por último. SEMPRE que possível trabalhe com uma mão só. Ao desligar fios e efetuar soldas simplesmente use a outra mão para auxiliar e retire-a da área do chassi em seguida.

O expert em valvulados trabalha com uma mão no bolso. A energía dentro do amp está relativa ao chassi e não ao chão. SE você tocar num capacitor com 600 volts e não tocar no chassi você não terá qualquer problema. Mas se você estiver com a outra mão no chassi e tocar o cap com sua mão de trabalho você estará correndo risco de vida pois é o trajeto mais perigoso que a corrente pode tomar - direto pelo coracão.

Essas são as consideracões para iniciar os trabalhos num valvulado. Essas duas regras são as mais básicas e as mais importantes de TODAS. Depois o resto é conhecimento técnico que iremos abordar aquí.

Um abraco e até as próximas dúvidas!
 

denis

Forista Registrado(a)
Registro
7/12/07
Mensagens
3
Aprovações
0
Pontos
0
#5
Caraca meu!!! valeu muito pelas dicas e pela atenção, puta boa vontade da !!! uma verdadeira aula para um iniciante!!! valeu mesmo!!! espero que outras pessoas façam uso também..

estou elaborando as outras dúvidas, daqui a pouco já mando.

abraço e muito sucesso a todos!!!
 

Kiko Seattle

Forista Registrado(a)
Registro
14/10/20
Mensagens
3
Aprovações
0
Pontos
1
#6
olá Mestres das válvulas, estou entrando agora no forum após ver algumas publicações. Essa sobre os riscos e cuidados vai me ajudar muito a iniciar a reforma do meu T2. Eu tinha exatamente essa mesma duvidas sobre os cuidados ao trabalhar no amp. Muito bom parabéns JFonseca