Amplificadores operacionais

Amplificadores operacionais, op-amps ou simplesmente “operacionais” são pequenos circuitos amplificadores auto contidos, os quais podem ser tratados como sendo um componente eletrônico discreto com entrada e saída. Os op-amps são fruto de décadas de desenvolvimento dos transistores. Apesar de ser possível construir um operacional utilizando válvulas, sua principal vantagem está em ser um componente complexo, um amplificador completo, contido em um minúsculo chip de circuito integrado.

Os operacionais mais utilizados para amplificadores de instrumentos musicais podem conter algumas dúzias de transistores, capacitores, proteção contra sobrecarga, compensação interna contra variações de temperatura, e muito mais. São circuitos deveras úteis, no entanto para fins de nosso estudo de valvulados devemos apenas saber de sua existência, visto que um estudo mais aprofundado sobre eles foge ao escopo deste texto. O leitor interessado em aprofundar seus conhecimentos sobre os op-amps pode consultar (CLAYTON. 2003), (JUNG. 2004.), (HUIJSING. 2011) e (HOROWITZ. 1989.)